terça-feira, 16 de junho de 2009

Ponte de Alcântara, Elvas




Um dia contarei a história de uma recuperação; do rio que não se sabe se é só nacional ou se ainda o divide ao meio uma guerra entre Espanhóis e Portugueses.

De um narciso que sobre o tabuleiro da ponte se expande, mas em vias de extinção, dificultando qualquer reabilitação.

De projectos de reconstrução ou apenas de conservação.

Voltarei a esta ponte.

Sim, um dia contarei a história de negociaçãoes diplomáticas à volta da "valorização" de um imóvel que, para mim, estaria bem assim ... entregue à nostalgia de um tempo que não se recuperará.

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Évoramonte




Não tarda subirei as escadas da tua Torre do Paço Ducal, onde as cordas manuelinas se transformaram em laços ...

Esta torre manuelina, edificada no interior do recinto do castelo medieval, ao que parece de traço dos Arquitectos Diogo e Francisco de Arruda, corresponde a uma nova fase construtiva de Évoramonte, quando D. Manuel concede Foral (Novo) à vila.

O local foi conquistado pelos Cristãos, eventualmente sob comando de Geraldo sem Pavor, em 1160, e aí é construído um castelo de feição medieval que, ao longo do tempo, assitiu a inúmeras remodelações, a exemplo das executadas ao tempo de D. Dinis e às coevas da edificação da Torre, entre tantas outras.

Sobre esta torre vale a pena ler a obra de Paulo Pereira e ainda, para um público mais infantil, ajudar a conhecer a Torre e castelo através das páginas da «Andorinha Filó».

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Em Serpa, no Espaço Vol



Assista à apresentação do filme de Eduardo Escorel, «35 - O Assalto ao Poder».



E que bem que se está no Espaço Vol também pela manhã a tomar um café!