terça-feira, 16 de junho de 2009

Ponte de Alcântara, Elvas




Um dia contarei a história de uma recuperação; do rio que não se sabe se é só nacional ou se ainda o divide ao meio uma guerra entre Espanhóis e Portugueses.

De um narciso que sobre o tabuleiro da ponte se expande, mas em vias de extinção, dificultando qualquer reabilitação.

De projectos de reconstrução ou apenas de conservação.

Voltarei a esta ponte.

Sim, um dia contarei a história de negociaçãoes diplomáticas à volta da "valorização" de um imóvel que, para mim, estaria bem assim ... entregue à nostalgia de um tempo que não se recuperará.

Postar um comentário